Páginas

sábado, 23 de setembro de 2017

Para o começo das primaveras



O crepúsculo chegou
e me deu um azul mágico,
não sei colocá-lo em poesia,
versos,
fotografia.
É mais uma cor de alma
do que de cor entende?
Mas só me resta a esperança,
de que uns versinhos a deixem
em minhas mãos,
e que leve até meu coração
essa doce lembrança
em forma de aquarela.

A lua chegou como um sorriso
e sua luz deu caminho aos viajantes
procurando seus mundos mágicos.
E a primeira estrela
A vespertina
Surgiu no céu.
Essa estrela planeta que chega primeiro
e que por acaso é o amor.
Fiz um verso mágico em forma de pedido
aquele “eu desejo” dos contos mágicos.
A estrelinha foi cada vez brilhando mais
e meu sonho nesse começo de primavera
se abriu em pétalas dentro de mim.



3 comentários:

Graça Pires disse...

Esse azul mágico só me chega através de você, Gaby...
Lindo mesmo!
Uma boa semana.
Beijos.

CÉU disse...

Olá, querida Gaby!

Ler suas palavras é uma delícia e até parece que não há mal no mundo.
Que sua luz se expanda!

Beijinhos com saudades.

Bruna disse...

Olá, miss Gaby
Eu gostaria de dizer que foi um prazer imenso encontrar seu blog hoje. Conheci ele pelo blog da Mia, Corro contra o vento, e fico contente por saber que o Brasil possui mais fadinhas do que imaginava possuir.
Entrarei em sua toca mágica mais vezes, com certeza.
Beijos açucarados.