Páginas

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Versinhos em papel de carta



Raposinha escreveu miudinho
versinhos soltos dentro de um papel de carta.
Em uma letrinha borrada, desenhou poesia.
Caminhou com seu precioso envelope em abraço.
Seus passinhos fizeram música nas folhas que caíam,
e seu narizinho sentiu o cheiro da chuva que logo viria.
Achou a caixinha de correios e o seu coração,
deixou ali a cartinha para os passarinhos
que buscariam os envelopinhos
logo pela manhã.

Nenhum comentário: