Páginas

domingo, 15 de maio de 2016

Galochas vermelhas e capa de chuva azul


Querido amigo,

Depois de muitos dias enfim choveu! Estou muito feliz por isso, pude usar as galochas vermelhas que você me deu e a capa de chuva azul. Ficamos sempre ansiosos para usar um presente dado com tanto carinho, seu presente me deixou todo bonito, eu era o porquinho mais simpático da chuva. Até o som da chuva caindo na capa azul ficou mais bonito, e o som dos meus passos com as galochas se tornaram melodias, parece que ando em um flauta de água, todas as poças são aqueles furinhos, e fico pensando nisso de música de água e fico imaginando como deve ser os instrumentos musicais do fundo do mar, dos rios e dos lagos, devem ter esse som de água como os passos das minhas galochas.
Escrevo para agradecer mais uma vez esse presente que me deixou tão feliz e dizer que sinto saudades de você amigo, assim como sinto saudades da chuva quando ela demora a cair.

Com carinho,

O porquinho. 

5 comentários:

henriquedoria disse...

gostei do seu blog. Estou no Brasil. Rio e S. Paulo. teria muito gosto em conversar consigo,´. Deixe mensagem no meu facebook

Aline Goulart disse...

Que formosura! Um presenta dado com tanto carinho é um presente divino. Adorei o porquinho. Ficou lindo mesmo de galochas vermelhas e capa azul. Beijinhos...

© Piedade Araújo Sol disse...

uma forma sui-generis de agradecer um presente.
beijinho
:)

Graça Pires disse...

Já tinha saudades desta escrita mágica...
Um beijo.

Ani Braga disse...

Gostaria de agradecer à você que sempre tão carinhosamente esta no meu cantinho e por todos os comentários delicados que me deixa. E também te desejar uma semana cheia de amor, felicidade e grandes realizações.

Beijos
Ani