Páginas

domingo, 29 de novembro de 2015

Passos de chuva


Você andou em muitas pocinhas de água, até hoje não se afundou em nenhuma. Em seu coração mora lembranças de muitas chuvas, chuviscos e chuvaradas. O seu ouvido abrigou o som das gotinhas no telhado. O cheirinho da terra molhada adormeceu em seus pensamentos, e depois de tantas caminhadas você segue serena, respirando as chuvas que caem, sonhando com chuvas de estrelinhas, para cada gotinha uma estrela, deixando o chão todo estrelado, uma enxurrada de estrelas levando seu barquinho de papel, seu guarda-chuva virado ao contrário na esperança de guardar a água estrelada. E você ali, cheia de águas e estrelas, guardando passos para trilhar um amanhã, com toda a fragilidade e força dos passinhos das suas magias de infância. 

3 comentários:

Soraya M.Hussein disse...

aahhh que gracinhaaa gaby *.* <3

Graça Pires disse...

Como me faz bem ler-te...
Um beijo.

Salete disse...

Adoro chuva e seu texto é lindo.

Beijinho.