sexta-feira, 11 de abril de 2014

Moletom Vermelho


E ela foi escrevendo
para não se perder
e para não andar assim
tão longe das esperanças.
Foi escrevendo pendurando estrelas
dentro do coração.
Tentava escrever para as lembranças
guardar as esperanças.
Escrevendo para guardar em mágica.
Escrevendo para esquecer.
Há também certa dádiva no esquecimento,
no silenciar pensamentos.
E ela foi escrevendo para cantar,
para dar ao coração sempre um lugar.
Um lugar onde a grama sempre é verdinha
e há um friozinho de moletom.
Um moletom vermelho
cheio de amor.
Olhos no céu,
com uma casa azul no coração. 

10 comentários:

Samuel Balbinot disse...

Bom dia Gaby.. você escrevendo assim cada vez mais está adentrando dentro de você mesma e encontrando ou melhor já encontrou este mundo de magia que vem a tona em forma de versos.. te desejo um lindo dia bjs

BIA disse...

Escrever é maravilhoso, ler seus escritos faz um bem enorme!
Bom dia Gaby!
Bjs

Lucas - Blog: Overture disse...

Procuro encontrar pedacinhos de ti em teus escritos. Cismo que existem! Este foi o que mais traços pareceu carregar. Por vezes, escreve-se para esquecer algo, para não pensar. 'Ela' faz bem em escrever, e um moletonzinho vermelho vai bem com o frio de uma noite solitária. Beijosssssss

Graça Pires disse...

Escrever para que possamos ler...
Gostei. Um beijo e boa Páscoa.

Aline Teles disse...

Escrever é transbordar o nosso sentir em palavras. É viver em cada verso ou em cada frase. Escrever é nos ler, direta ou indiretamente, por outro ângulo. Lindo poema. Beijos.

Vulgo Emilie disse...

Você acabou de descrever o cenário dos meus sonhos. Apenas um lugar quentinho pra viver. Um moleton para vestir. Cosias simples <3

Catarina Luna disse...

é verdade, minha querida.
"uma casa azul no coração", que beleza <3

Julia disse...


Ha sido un placer visitar tu bloc, te invito a visitar el mío,y disfrutar de una de nuestras fiestas mas bonitas con iel nuevo post sobre la Diada de Sant Jordi los libros y las rosas que te encantaran.
Espero que nos volvamos a ver y si no eres seguidora me encantaría que lo fueras, te espero en mi bloc elracodeldetall.blogspot.com

© Piedade Araújo Sol disse...

escrita colorida em tons de suavidade...

:)

Jéssica Mirtiany disse...

Que versos lindos e de grande preciosidade! O lugar que teu poema me remeteu é um dos lugares que tanto sonho. Belo, parabéns!