Páginas

segunda-feira, 17 de março de 2014

A Jardineira e o Passarinho


Até quando sorria parecia triste, os olhinhos sempre pareciam guardar um pouquinho de lágrimas nos cílios, e elas ficavam ali parecendo gotas de orvalho pregadas nas linhas das folhas.
Talvez por medo ela guardava ali as lágrimas, não queria deixar pinguinhos de água salgada caírem nas flores que regava, era a sua pequena felicidade segurar o regador entre as mãos e distribuir as gotinhas nas flores que cuidava.
Havia um passarinho por ali, ele tinha um coração pequeno debaixo das penas, batia tão devagar e parecia gotinhas caindo. Um dia ele pousou no regador da menina e ela ficou olhando suas peninhas meio cor de lilás, o passarinho sabia do jardim dela e deixou que ela colocasse as mãos no seu coração e depois permitiu que pousasse o ouvido no seu peito para escutar as batidas. A jardineira achou a batida do coração do passarinho tão bonita, que fechou os olhos e as lágrimas guardadinhas nos cílios escorregaram, desceram até o peito do passarinho.
Ele não se importou de ficar com as penas molhadas, se sacudiu um pouquinho derramando as gotinhas nas flores, que não se salgaram, apenas resolveram pegar um pouquinho da cor lilás do passarinho para suas pétalas, lágrimas de cor.
A menina jardineira sorriu forte, e pela primeira vez pareceu feliz. Sem as lágrimas pregadas nos cílios, seus olhos inteirinhos sorriam luz, uma luz com um tom lilás de passarinho, das pétalas regadas com lágrimas, cor, cuidado e batidinhas de coração. 

10 comentários:

Samuel Balbinot disse...

Bom dia Gaby.. poder estar assim em harmonia com a natureza é tudo.. tenho em mente isso, de poder ter um cantinho só para coisas da terra.. dar milho aos passarinhos.. não tem coisa melhor.. tuas histórias sempre tem um fundo muito doce.. e isso não sairá mais de vc certamente..
bjs e um lindo dia

Lucas - Blog: Overture disse...

Felizmente, alguns passarinhos coloridos conseguem derramar todas as nossas lágrimas para restar em nós apenas um par de olhos ansiosos pelo olhar da felicidade. Belo! Beijosssssss, pequena.

Graça Pires disse...

Uma história deliciosa e muito bem escrita.
Beijos.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Cada história
que leio
neste maravilhoso espaço
de sentimentos,
é a fonte de infinitas
inspirações
sobre sentimentos
as vezes esquecidos
nos labirintos de minha alma...

Ser feliz é fazer a vida de alguém
intensamente feliz.

Marta Vinhais disse...

Uma amizade para a vida...
Linda, suave, cheia de cor e senhos....
Gostei muito...
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

© Piedade Araújo Sol disse...

ternurenta e muito bem escrita.

gostei da nova foto do perfil.

:)

*Escritora de Artes* disse...

Quanta delicadeza...

Adorei!

BJos

Catarina Luna disse...

que bonito, que ternura. esse final resplandecente encheu-me o coração de amor, minha querida.
um beijinho grande <3

Pérola disse...

Que doce de história e palavras meigas.

Adorei.

Beijinhos

Aline Teles disse...

Que história mais graciosa. No final da postagem, até sorri. Belo! Tu escreves muito bem. Beijos.