terça-feira, 26 de novembro de 2013

Um guarda-chuva verde.



Saiu na chuva com seu guarda-chuva verde, as gotas pingavam delicadamente na esperança que guardava a sua cabeça. Sua capa azul de céu cobria o seu coração, suas botinhas vermelhas estavam andando cheias de amor.
Pulou nas poças, viu reflexos de árvores e cantos dos passarinhos, estava todo quentinho dentro da sua capa, seus pensamentos estavam guardadinhos em carinho pelo guarda-chuva verde.
Gostava tanto de caminhar assim, vivendo sua própria aventura interna. Passava pelas florestas entre sussurros e cânticos, e as chuvas caiam ali em tantos verdes que até se confundiam com o seu guarda-chuva, presente que havia ganhado do vilarejo quando salvou aquele pequeno coelhinho perdido, um presente de esperança.
E como todo presente de esperança precisa ser usado, ele usava seu guarda-chuva verde até em dia ensolarado. 

10 comentários:

Samuel Balbinot disse...

Boa tarde Gaby.. quando temos o dom de criar.. seja poesia ou histórias.. a gente se transporta.. me vi pisando em poças de agua como quando tinha meus 5 anos rsrs.. guarda -chuva era bobice.. a vida era mais alegre.. a vida acontecia.. abração e um lindo dia

Lucas - Blog: Overture disse...

Guarda-chuva verde esperança. Capa azul de céu. Botas vermelhas de amor...
Tens te aperfeiçoado em imagens de sonhos. Tu mesma caminhas nessa aventura interna a que nos convidas, em que nos embalas. Seguimos guiados por ti. É muito belo. És bela. Beijosss

*Escritora de Artes* disse...

Oi Gaby,

Que texto encantador!....

Bjos

Catarina Luna disse...

Obrigada, Gaby :)
Gostei deste cantinho, que acolhedor. Um beijinho!

BIA disse...

É sempre ótimo ler seus textos Gaby, duvido que alguém passe por aqui e não saia mais leve e feliz com tão doce e belas palavras!!!

Bjs :)

Claudio Chamun disse...

Que bonito;
Nunca pensei em guarda-chuva verde.

Eu vim agradecer o comentário no blogue da Suzi, "Emile escreve" no texto "Amigo urso" e te convidar para visitar o Histórias, estórias e outras polêmicas

Zilani Célia disse...

OI GABY!
TAMBÉM VIAJEI EM TEU TEXTO, ME VI PULANDO POÇAS COM UM GUARDA-CHUVA VERDE...
UM TEXTO MEIGO NOS TRAZENDO COM TUAS PALAVRAS OS ENCANTOS DE UMA NATUREZA VIVA, QUE INTERAGE COM TEUS PERSONAGENS.
LINDO!
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

© Piedade Araújo Sol disse...

o guarda chuva fazia parte dele.
achei a imagem muito bonita.
penso que também é tua.
um bom fim de semana.
um beijo

:)

Lucian Rodrigues Cardoso disse...

Que arte completa, porque desenhada em palavras e escrita em desenho! Beijos!

Joaninha Musical disse...

Lindíssimo que está este teu texto,eu gostei imenso!! Desejo-te um mês de dezembro fantástico e perfeito!! Muitos beijinhos e fica com deus!!