segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Uma poesia para toda a esperança.


Esperança é um vento tocando o rosto em primavera,
é como o doce olhar de um animalzinho na relva,
deitado sobre a luz de fim de inverno,
que brandamente cai.
É feita de verdes claros e verdes águas.
Tem cheiro de chuva distante que o vento traz.

A esperança é guardada em luz.
Reflete muitos versos,
dá um abraço macio
e corre com você pelas colinas.
As colinas mais verdinhas,
onde os animaizinhos mais bondosos
correm e deitam recebendo a luz do céu.

A esperança é como uma brisa,
daquelas que sopram a flor dente-de-leão.
Quando te sopra você voa,
e acredita em outros campos.

5 comentários:

*Escritora de Artes* disse...

Oi Gaby,

A esperança é tudo isso, com certeza!

Mais um belo texto...

Bjos

Bruna Gabriela disse...

A esperança sempre nos faz querer mais e mais.

Zilani Célia disse...

OI GABY!
QUANDO ESCREVES TE DEIXAS LEVAR POR TUA ALMA LIVRE, CORRES POR CAMPOS VERDINHOS, NAVEGAS POR ÁGUAS CRISTALINAS E FALAS COM OS ANIMAIZINHOS, ÉS UMA PRINCESA MESMO...
ABRÇS

http://zilanicelia.blogspot.com.br/

© Piedade Araújo Sol disse...

poesia suave como a prosa.
beijinho

:)

BIA disse...

Que bonito Gaby!!! Principalmente no Brasil precisamos muito desta esperança!!! ✿◕‿◕✿

Bjs :)