Páginas

sábado, 27 de julho de 2013

Em busca do "Era uma vez".


Era julho e uma harpa tocava docemente, parecia que o céu estava tocando uma música de estrelas refletidas em lagos, dava até para ver a música. Tocava tão junto com seu coração, tão junto de julho. As noites cintilavam e a música continuava, a lua no céu surgia, o sol começava, as montanhas neblinavam, e a canção não parava daquele coração. Sabia que se tocasse com aquelas lágrimas de julho, um dia iria chegar algo, talvez caísse uma estrelinha cadente do céu, talvez a luz repousasse em seus cílios.
Quando tocava, algumas folhas cresciam na harpa, o vento tocava de leve a árvore em cima, e assim faziam melodias juntas, plantavam uma música no ar, que cresceria até as montanhas talvez, que cresceria para sempre.
Um dia iria viajar através das montanhas, através dos lagos e quem sabe ali seu era uma vez iria começar. Mas ainda em julho, as florestas começaram a sussurrar novos ventos, a balançar novas folhas, a levar sua música de maneira diferente, e dias diferentes nasceram. E o era uma vez não quis mais sair de dentro dela.
Navegando em águas bonitas, encontrou um olhar na sua música, um flautista que vinha em um barquinho pelo lago a viu tocando, sentiu por um momento que estava em uma estrela cadente viajando e não em um barquinho, as estrelas do lago pareciam estrelas do céu, e ele sorriu, ela o olhou e ele se colocou a tocar a mesma canção na flauta. Chegou perto, e terminada a música perguntou:
- Foi você que fez tão bela melodia?
- Fiz essa canção para julho, todo mês faço uma – ela respondeu.
- Até as estrelas devem ouvir – ele disse.
- Não sei, mas os vaga-lumes sempre me visitam – disse sorrindo.
- Acredito que sim. Venho de muito longe, de através das montanhas e dos lagos, vim procurar o meu era uma vez, desde que ouvi outros venho em busca do meu.
- Sempre pensei que o era uma vez ficasse por lá, através das montanhas, através dos lagos.
- E eu pensava que era aqui, afinal para mim é aqui que se parece mais com o através das montanhas e dos lagos. 
Os dois sorriram e se entenderam nesse sorriso e nesse olhar.
- Você está no vilarejo de Laor, aqui construímos lindas harpas e fazemos belas músicas.
- Adoraria conhecê-lo – disse ele.
- Sim, quem sabe você sente o seu era uma vez.
E assim os dois caminharam, ele conheceu um vilarejo lindo e mágico, e falava do lugar que vinha, ela ficou encantada com tudo que ele falou e queria ir e ele queria ficar, porém, a ajudou na aventura de ir mesmo querendo ficar, foram através das montanhas e dos lagos, e o era uma vez se construiu. Viram que não podiam nem ir e nem ficar sem estarem juntos, não poderiam ficar em lugares separados, mas era difícil decidir em qual através das montanhas e dos lagos ficariam.
Até que dois passarinhos pousaram no era uma vez deles, um pousou na mão dela, e o outro pousou na mão dele, e eles se deixaram levar pelos passarinhos, que voaram e mostraram o cantinho que moravam, um lugar mágico entre o através das montanhas e dos lagos dos dois, e juntos ficaram ali em um pequeno castelo. Ela fez um jardim, ele fez uma plantação de cenouras, adoravam coelhos e passarinhos, adoravam a leve brisa do céu, e começaram um reino bonito, tocavam  harpa e flauta ao amanhecer e ao entardecer, recebiam as visitas das fadas e dos elfos, dos dragões da montanhas e dos magos da floresta. Colocaram o nome de seu pequeno reino de Era uma vez.
E os dois encontraram realmente um era uma vez, tão fabuloso, tão bonito, tão cheio de aventuras, que talvez eu possa contar um pouco mais dessa história depois, se vocês quiserem é claro.
E quando ela se lembrava do seu coração naquele julho, sorria das tantas estrelas cadentes que caíram e das luzes que repousaram nos seus cílios. 

6 comentários:

*Escritora de Artes* disse...

Oi Gaby....

Que texto mais encantado.....adorei!

Bjos

Zilani Célia disse...

OI GABY!
TENS REALMENTE O DOM DE ENCANTAR COM TEUS ESCRITOS.
FUI ATÉ TEU PERFIL E NÃO TEM MUITOS DADOS SOBRE TI. A FIGURA QUE ILUSTRA TEU PERFIL, PODE SER TUA FOTO, SE FOR ÉS BASTANTE JOVEM, O QUE ME DEIXA MAIS ADMIRADA DE TEU TALENTO.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Gaby Soncini disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gaby Soncini disse...

Olá Zilani!
Fico muito feliz com suas palavras.
Nessa outra página do blog tem um pouquinho mais sobre mim: http://uma-doce-melodia.blogspot.com.br/p/sobre.html
E sou eu sim nas fotos ^^

Obrigada pelas ternas palavras!

Beijos!

BIA disse...

Oi Gaby!!!

A gente viaja pelas belas paisagens e lugares descritos em seus texto!!!
Também tenho um caderno de citações, trechos, letras de músicas, etc... mantenho o mesmo caderno desde a adolescência.
Que bonitas as suas palavras sobre o ♥Papa♥ lá no comentário no meu blog, Lindo mesmo o que tu escreveu!!! Obrigada!!!
Boa semana!!!
Bjs :)

© Piedade Araújo Sol disse...

eu acho que estamos perante um futura escritora, de livros infantis.
e os livros infantis não são fáceis de escrever.
talento que você tem!

bom fim de semana.

beijinho

:)