sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

De céu e de cores.

E o dia se vai, um pouco nublado, e nas nuvens se formam espaços como se tivesse em cada um deles um pequeno sol. E entra uma cor na janela de pôr-de-dia que acalenta até os objetos, há dias não se teve essa cor entrando pela janela. Tem dias que é preciso de nuvens escondendo um sol, de forma que o transforme em mil pequenos sóis, para se formar uma cor que parece abraço.

8 comentários:

Pri C. Figueira disse...

Que lindo Gaby!

Senti uma vontade de sentar perto da janela e sentir aquele solzinho batendo no rosto...
Lindo!

Bjs

AC disse...

A recompensa só é sentida após confronto com a adversidade.
Um belo texto, Gaby!

Beijo :)

Jeff disse...

Experimente ler esse texto com One of us no som. Gostei..de ambos!

Um abraço!

débora disse...

Encantador!

Patricia Thomaz disse...

Adoro esse tempo nublado em que sento em frente da janela com uma caneca de chocolate quente e um bom livro. Lindo o que escreveu.
beijinhos.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Há dias
que nos vestimos
de fantasia,
para não nos
perdemos da alegria...


Que cada dia de tua vida,
seja um encontro ou reencontro
com a alegria.

@ Escritora disse...

Este texto foi tao bem escrito que de preto e branco ficou colorido...

Bjos

Lívia Inácio disse...

hahaha

pois é.