Páginas

terça-feira, 7 de junho de 2011

Ouvindo com o céu.



Diogo nasceu surdo, nada podia ser feito, todos ao redor ficaram tristes, e foram falando desde os primeiros suspiros do menino “Ele nunca vai escutar nada”. Foi crescendo os dias e o tempo, e o menino Diogo também, ele continuava a não escutar segundo o que os outros diziam, ele corria e corria com uma pipa nas mãos pela rua, todos que viam aquele garoto tão feliz em fazer voar não se conformavam que ele não pudesse também escutar o vôo. O que mais atormentava em algumas pessoas, era que ele jamais escutaria o som de uma música, ”ele jamais vai escutar as belas canções”. Demorou para que a mãe, o pai, os irmãos e todos aprendessem a falar com o menino, os gestos são tão bonitos e falam tanto, mas foi difícil, as condições não davam tanto, fizeram como podiam. Na falta de palavras e gestos, Diogo aprendeu a falar com o olhar, como gostava aquele menino de ficar a observar o parque que tinha na cidade, lá iam tantas crianças, tantas pessoas, tinha tantos pássaros, o garoto gostava de ver todos voando, pipas voando, pássaros voando, aviões, ele mesmo voava demais. Um dia, uma menina estava com um cata-vento nas mãos, ela o levantou até os céus, a brisa leve veio e começou a girar, Diogo se aproximou da menina e olhou pro cata-vento, e apontou para o céu, abriu um sorriso, fez asas com os braços, a menina retribuiu o sorriso e fez não com a cabeça, e girou o dedo indicador fazendo o movimento de giro do cata-vento. Quem viu não entendeu, mas eles se entenderam, Diogo perguntou se o cata-vento não podia voar também, e a menina respondeu que ele só girava, e o garoto completou assoprando e fazendo asas, ele gira com o voo do vento! Para Diogo o que voa é lindo, a vida era voar, assim como para tantos e tantos outros. Ele entendia, ele sentia, e o mais importante de tudo, ele também escutava, todos nós escutamos de uma maneira diferente e às vezes nem escutamos. Diogo escutava com os ouvidos do coração. Com o ouvido de suas asas, que sempre o levavam a voar pelo céu junto com o que mais gostava.

2 comentários:

Patricia s2 disse...

Lindo. Ele escutou com o coração,ás vezes esquecemos o quanto é bonito e importante escutar essa voz.
bjs bjs

Kamila disse...

Continues sempre encantando coração com tuas palavras suavemente lindas e tocantes.

Ah, quero te agradecer pelo carinho e desejar o mesmo pra você, sempre! :)

Beijos, Gabizinha!
Fiques com DEUS