domingo, 6 de fevereiro de 2011

Segredo.


Eu tenho um segredo bem aqui
dentro desse meu frágil coração,
Eu até tentei riscar ele de mim
mas não consegui, é ilusão.

Ele borbulha com muita ternura,
por vezes arranha tanto,
chega a doer, mas é também doçura,
flutuação, voar, encanto...

Eu tenho um segredo distante
que é muito perto,
é tempo longo, é instante.

Nem sei se existe ao certo
tudo isso que falo constante.
É tudo tão claro, porém incerto.

6 comentários:

Kamila disse...

Quanta delicadeza nessas palavras... lindo!

Uma semana cheia de paz, Gabizinha
Fiques com DEUS

Carol disse...

Gaby, ando meio afastada do blog, então só agora vi seu presentinho! Obrigada pelo selinho!
Já respondi as 10 coisinhas depois passa lá pra ver! ^^

Gostei do poema, doces palavras!

Beijos, querida!

Pensamentos soltos disse...

que poema mais lindo, encantador!
muito obrigada pela sua visitinha.
Beijos :)

. disse...

Lindo soneto!

beijinho***

Pitta disse...

Ah! os sonetos rs amo ^^
Lindo, o seu :)

Beatriz Amorim disse...

Lindo, doce e encantador como sempre, minha flor! (:
ótima semana! ;*