sábado, 29 de janeiro de 2011

Pedido.


Eu espero sempre saber amanhecer,
Assim como amanhece os dias,
Com aquelas cores suaves de começo,
Aquelas cores de aquarela que tece as manhãs,
Com aquele cheiro doce de brisa.
Espero despertar por dentro como os pássaros despertam,
Cantando em uma árvore.
Espero sempre conseguir tirar de dentro de mim
Uma melodia da manhã,
apesar dos apesares de meu coração, florescer.
Eu espero humildemente
Sempre conseguir amanhecer.

10 comentários:

AC disse...

Desde que não nos deixemos cegar pelas luzes de néon, os amanheceres poderão ter sempre a naturalidade das coisas...

Beijo :)

Leonardo B. disse...

[“Ainda vai ser!”
Um tempo de respirar
O mundo, como o sabe uma criança,
átomo de ar puro,
dentro do sorriso insistido,
teimoso até, por nada a perder...

... despertando a cada manhã do mundo, ainda vai ser]

um imenso abraço,

Leonardo B.

Thais Michele disse...

que lindo flor!!!!

adorei...
sempre tecendo muito bem as palavras.
beijo

Michelle disse...

Esparando saber amanhecer e com medo do que o amanhecer pode trazer com ele...
Às vezes queria somente amanhecer e ponto...
Beijo grande!

Lívia Inácio disse...

amei!

Fred Caju disse...

Que a sua melodia sempre seja doce e associada à flores.

Jaynne Santos disse...

Eu sinceramente também espero!
Visita meu blog também.
Beijos.

JORDAS disse...

Adoro essa flor que chamo de candelabro florido em outro blog.
Ela faz-me amanhecer quando vou a caminho do trabalho.
Nela oiço a melodia da manhã com toda a beleza do novo.
Boa semana e grato pela sua passagem lá na rua.

Cleice Souza disse...

Lindo, como sempre...

Srtª marçal disse...

~ lindo poema!