Páginas

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

O Olhar.


Andava por aquele caminho

De verdes árvores e espaço leve,

Quando por um momento

Seu coração ao ritmo das asas de um beija-flor,

Fez brotar um sorriso pela sua face.

No mesmo caminho

Encontrou um olhar.

Instantes bastaram para sentir-se tão verde

Como todas aquelas árvores.

A brisa do vento

Tocou seu rosto,

E não tirou mais do seu pensamento.

O olhar então lá ficou.

Andava por aqueles caminhos

De tantas árvores, tanta leveza,

Por vezes chuva, sol, chuva com sol

Com o olhar tão dentro.

Não tinha pressa de encontrar novamente

Aquele tão lindo olhar

Que um dia foi entregue tão de presente.

10 comentários:

Thais Michele disse...

Lindo flor!!

Adorei *-*

beijo

Beatriz Amorim disse...

Que texto mais lindo *-*
E super delicado, como sempre (:

Pitta disse...

Saudade de um olhar desses </3
lindos versos

Rute Vieira disse...

Um olhar que a gente nunca esquece... que belo!
Beijo no ombro, Gaby.

Pâmela Grassi disse...

Um olhar pode arremessar palavras ao nosso coração e dar passagem ao caminho do vento,

Beijos, queridona!

Lucas Rafael Jardim disse...

Uma artesã da palavra e da emoção... Sempre belo!!!!

Você em Pauta disse...

Alguem em algum momento já nos disse que o olhar é o espelho da alma, tiha razao quem disse isso.

Nosso olhar tem o poder de nos levar por lugares tao distante mesmo sem nos mover um pé do lugar...

Assim estou, vou lendo seus escritos com o olhar e viajando no tempo e nos sentidos com o coração...

Meu coração dis um dia já ter encontrado a doçura de suas palavras, meu olhar anseia em contemplar...

Sendo assim viajo no olhar e levo o coração como guia, a procura de uma só pessoa, de um só caminho, de um só sentido....

Se o olhar é o espelho de nossa alma, hj ele reflete apenas uma coisa..... VOCE!

Bjs

Beatriz Amorim disse...

Querida, tem selinho no meu blog para você!
beijinhos

Beatriz Amorim disse...

Mias um selinho! rs. (:
;*

Ná* disse...

Ah, que lindo!

Beijo grande, Gaby =]