Páginas

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

O lugar de encontrar esperanças.



Ficou um tempo olhando para as colinas verdes sobre o céu da manhã, buscando na palma de sua mão algumas flores. Quando o sol dava o sinal sentia um pouco do vento , fazia isso todas as manhãs como se buscasse uma esperança em cada galho de árvore, como se procurasse uma esperança em cada parte do seu coração. As primeiras nuvens tinham sabor de frutas de um lindo pomar, formas angelicais e claras impregnavam no seu olhar e ela olhava como se procurasse uma esperança em cada pedaço de céu, como se procurasse uma esperança em cada silêncio de nuvem. O lugar certo onde as esperanças adormecem, e depois voltam para serem buscadas.

8 comentários:

Rute Vieira disse...

Nunves são tão doces.
Doces como tudo o que você escreve, Gaby =)

Beijo no ombro.

Lucas Rafael Jardim disse...

Tudo fica mais belo quando a gente viaja e sonha na sua poesia, maninha!
Que sua vida seja sempre assim: poesia, luz e sonho, pra que vc compartilhe um pouco disso com a gente!!!
Mil beijos, Maninha querida!!!!

vanessacamposrocha disse...

Ah, esperança e suas tantas formas!!

Lívia Inácio disse...

hummm!

que leveza!

Lindo,como sempre!

Helcio Maia disse...

Adoro olhar para o céu, buscando nas nuvens desenhos parecidos com meus sonhos.Gostei do espaço. Seguindo-a!

Carol disse...

Essa comunhão com a natureza aviva os sonhos, a esperaça e nos transmite uma serenidade acalentante!

Muito agradável o seu cantinho!
Adorei sua visita! ^^
Beijos.

Brayan Carvalho disse...

Gosto destes textos curtinhos que, sem querer, falam mais que os mais longos - não que os teus mais longos não falem, ah, você entendeu HAHAHA


Texto muito do bonito, dona Gaby :)

Mariana disse...

sempre encontro esperança quando leio o que voce escreve. MUITO LINDO *-*