quinta-feira, 29 de julho de 2010

Compartilhar.


- Peço que não me ache assim meio lunática, o fato é que eu nunca soube mesmo viver sem voar um pouquinho, é que meus pés têm essa estranha mania de ganhar asinhas invisíveis. É estranho eu estar aqui nesse fim de tarde bonito, preparando um chá e prestes a fazer uma leitura e você olhando para mim, talvez queira me perguntar qual é minha real intenção em viver assim? Eu não me dou muito bem com respostas, quando tento dar elas parece que aumento sempre mais as perguntas. Eu poderia lhe contar sobre essa história que estou lendo, é uma história mágica, mas ela se tornaria bastante extensa para ser contada agora, então indico que a leia depois e tenho certeza que você vai viajar um pouquinho. E por falar em contar história sempre gostei disso de contadores de histórias, é bacana presentear as pessoas com uma história bonita, dentro de um jardim, perto de uma árvore, de um laguinho, na varanda, no quintal, um lugar que dê para ver o céu, que bonito isso não? Essa tarde está tão bonita, fins de tardes costumam me dar uma terrível nostalgia, fico lembrando tardes com cheiro de mar, é tão engraçado isso, como se pode sentir cheiro de mar estando à milhas de distância dele? Naquelas brincadeiras sempre tinha um cheiro bonito característico, sinto falta, mas olha ai pela janela, olha essa luz que se reflete nas xícaras, no livro, estou em um fim de tarde belíssimo não?
Eu tenho vontade de ir até ali na varanda, abrir o portão e alçar um voo maior, mas sabe de uma coisa, esse voar meu é um tanto lento e espero que seja assim mesmo, acho que no devagar também acontecem as coisas, não são todas as coisas nesse mundo que são rápidas, quem pode observar uma flor com tanta rapidez?
Lembro do dia que perdi um bonequinho ali no quintal, entre as plantas do canteiro, meu irmão chorou e desde então passamos a chamar o bonequinho de gnomo desaparecido, não me olhe assim por eu sorrir tanto, a imaginação salva.
Eu gosto do céu daqui, sempre tem pássaros, é uma maravilha ver pássaros livres e cantando, mas não enfatizo muito o “céu daqui” não, uma das coisas bonitas do céu é que ele cobre vários lugares, do outro lado do mundo tem um céu. Acho que agora eu vou voltar ao chá e a leitura, se você quiser eu pego um livro pra você também, você senta aqui do meu lado e leremos juntos, e depois contamos um para o outro o que acabamos de ler, as frases marcantes, o que tocou o coração, o que acha? Que bom que gostou da idéia, esse negócio de compartilhar é uma maravilha, é bonito demais, então vamos aproveitar essa luz que entra pela cortina e começar, há muitas linhas pra se falar, pra se silenciar, pra sentir aqui.

13 comentários:

Alice disse...

não me olhe assim por eu sorrir tanto, a imaginação salva. "

a sua imaginação me salva gaby.
lindeza minha.

Talles Azigon disse...

e é o chá, é a vida, é o exercício de amar e de sofre que vai tornando agente no que agente é

grandes abraços

Michelle disse...

Oi Gaby!
Lindo texto! Sabe que também não me dou muito bem com respostas... nem com as perguntas na vdd! Elas parecem intermináveis! Talvez aí esteja a magia né? Talvez sejam elas que provoquem asas para esse vôo maior!
Beijo grande!

Grafite disse...

"o fato é que eu nunca soube mesmo viver sem voar um pouquinho, é que meus pés têm essa estranha mania de ganhar asinhas invisíveis. "

que texto maaaais perfeito!
é incrível... está encantador!

beiijo,
*.*

Você em Pauta disse...

Posso voltar outras vezes para tomar um outro chá?

Suas palavras nos alimentam minha linda, nos devolvem a vida roubada de nós pela correria, pela agenda sempre atrassada, pelo transito caotico....

Um chá sempre é bem vindo, um livro tambem!

Que bom poder encontrar tudo isso em um unico lugar..... Seu coração!!!

Impulsiva disse...

Linda, você é simplesmente linda, um doce...como é gostoso te ler...

"Eu não me dou muito bem com respostas, quando tento dar elas parece que aumento sempre mais as perguntas."

Humm, isso se parece comigo, rsrs!!

Parabéns pelo texto envolvente, cheio de ternura e que nos remete ao seu mundo, que parece lindo...

Beijos!!!

Matheus O. disse...

seu blog é muito lindo *-*

Lilah Costa disse...

Querida Gaby, quando li o seu " quem sou eu" me identifiquei logo de cara, pois amo de paixão Caio Fernando Abreu. E quando li esse texto achei que tenho um lugar aqui no seu Blog.
Te sigo, flor!
Beijos e boa semana pra ti!

Rá ~° disse...

Gaby lindaa tem selo
pra ti lá no meu blog!

Espero que goste!

beijooos

Rute Vieira disse...

O chá estava ótimo, obrigada.
Deveríamos fazer isso mais vezes, sabia?

Gaby, que lugar lindo, e doce, e mágico!
Beijo no ombro.

Pri C. Figueira disse...

Lindo Gaby!

Passar no seu blog sempre me faz sorrir. Ler toda sua doçura e delicadeza, ver essa visão tão bonita da vida que vc tem!
Simplesmente AMOO passar por aqui!

Um beio no coração.

Lívs. disse...

Que delicadeza! Lindo gaby. Um beijinho!

Pâmela Grassi disse...

Gaby,

Fui presenteado por um selo e,com ele, a oportunidade de presentear outras pessoas com um selo. Passe no blog para pegar teu selo :)

Beijos,