domingo, 7 de março de 2010

Pétalas.


Costumava dizer que a vida era uma flor, um botão pequeno querendo espiar o mundo, um desabrochar lento e bonito mostrando o que se é tentando abraçar o máximo de espaço possível, de luz de sol, de luz de luar, de folha a acompanhar. Dizendo que a vida em flor era, veria que depois do desabrochar teria o desmanchar, pétalas caindo uma por uma, levadas ao vento, caindo perto ou longe conforme o tempo. Entre suspiros e soluços silenciosos naquele banquinho sem nome, uma flor sem pétalas, três pétalas últimas ao chão num pequeno laguinho formado pela chuva de ontem, serenas estavam elas ali na água junto ao reflexo das árvores, pensou que se a vida fosse então flor qualquer dia desses navegaria num laguinho entre tantos reflexos que ao mesmo tempo em que se perderia entre eles se encontraria, e descobriria que ser uma flor era ter a grande audácia de um dia se desmanchar em pétalas.

16 comentários:

Denise Portes disse...

Que texto lindo Gaby! Cheio de poesia e docura!
Paabéns.
Beijos
Denise

Andrea de Godoy Neto disse...

"ser uma flor é ter a grande audácia de um dia se desmanchar em pétalas"

coisa mais linda isso, Gaby! Também nós nos desmanchamos em pétalas pelo caminho, muitas e muitas vezes...

beijo grande

Dois Rios disse...

Coisa mais linda, Gaby!

Pois é, a vida é isso, uma flor sempre prestes a despetalar-se mas que nem por isso deixa de ser bela.

Beijo,
Inês

a magia da noite disse...

na beleza da flor reside a mulher que em pétalas se desmancha no amor que no vento balança.

Nydia Bonetti disse...

Flor em botão carrega tantos símbolos e signos. Imagens sempre fortes e belas. Abraço, Gaby!

Pri C. Figueira disse...

Já disse e repito..Amoo seus textos, sempre tão doces!

Começamos com um botão timido que resiste em desabrochar, mas logo acontece e pouco a pouco vamos deixando nossas marcas, nossas pétalas por onde passamos!

Beijos.

pensador made in vaso disse...

Quanto tempo, hein?
como vc ta?
muito bom o texto.
td vez q venho aqui saio com uma pitada de nostalgia e poesia.
abraços

Eduardo Trindade disse...

À sombra das raparigas em flor... Muito bonitas e delicadas as tuas palavras.
Abraços, guria!

Vivendo na Eternidade disse...

Mágicas. Essa palavra define bem o que essas palavras são. Que bom poder ainda contar com suas inspiradas ideias em prol da parte mais bela da vida, Gaby.

Coisas simples como uma rosa ou uma poça de chuva podem dar vazão a tanta criatividade, e você é a prova disso.

Grande abraço, e parabéns pela compreensão que possui da vida.

Alice/Carter.

Iasminne Fortes disse...

'veria que depois do desabrochar teria o desmanchar, pétalas caindo uma por uma, levadas ao vento, caindo perto ou longe conforme o tempo.'

que bonitooo, Gaby! Apesar de que a parte do desmanchar as vezes dói.
Beijos

Thais Michele disse...

A Gaby é uma flor!
Adorei.

Jairo Souza disse...

Oi Gaby! ^^ Saudades! A vida em flor era e vc tbm! Passando lá pelo espaço deixado as moscas vi seu recado! ^^ Ñ toh mas escrevendo! Percebe-se! =P vc tem twitter ou orkut! Abçs! Aqui continua lindo e meigo como sempre!

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Amiga.

Perdemos pétalas a cada dia.
Com isso achamos que nos perdemos.
Mas o mais bonito de nós não são as pétalas.
O mais bonito de nós são os perfumes.

Que teu coração seja sempre casa de alegria.

Marina disse...

"Desmanchar-se em pétalas" foi uma ótima metáfora. Ultimamente, ando com medo de perder as minhas. rs

Beijos, linda!

Priscila Machado. disse...

É necessária muita coragem para morrer e nascer mais forte.
Uma beijoca, flor.
:*

Beatriz Amorim disse...

Lindo demais! Estou te seguindo ;D