Páginas

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Caixa.

Naquele lado bem inspirador
Existia uma caixa escondida na mente
Não era de dor em flor
Mas de uma incerteza presente

Fechava os olhos tentando buscar
Um motivo belo para abrir
Aquela pequena caixa e voar
E as dúvidas de dentro sair.

Pensava que a caixa guardava
A essência do seu ser
E de algum modo planava
Um lindo amanhecer.

Sua caixa de surpresas somente
Em que existia uma serena escuridão
Mas se é luz que se sente
Não há por que ter medo do arranhão.

Um dia coragem irá brotar
E abrirá aquele frágil coração
E de sua linda caixa irá brotar
Os caminhos por esse chão.

Que cheio de incertezas é
Só que tão repleto de estrelas
Que é impossível não ter fé
Difícil no olhar não tê-las.

6 comentários:

Srtª disse...

Aaah Gaby Amei o seu texto, é de uma
suavidade e leveza incrível *-*

David Monsores disse...

Olá!
Agora acho que vai!!
Aquilo que já lhe falei!
Linda poesia!

beijO!

bia disse...

um bjo florzinha!!!
lindo aqui... ^^

Jairo Souza disse...

A caixa da mente liberta tudo! Bjs Gaby!

Thais Michele disse...

Linda poesia....

caixas... são como a vida.. sempre tem uma surpresa.. boa... ou ruim.

beijo

Fabiana disse...

Fiquei sem fala... o texto é profundo demais....
Quem é que não tem caixas escondidinhas com seus laços de fitas a prenderem o conteúdo?